Consumo de Água em Diferentes Setores da Economia e da População do Brasil

Consumo de Água em Diferentes Setores da Economia e da População do Brasil

Estudo da agência nacional de águas revela que evaporação nos reservatórios das hidrelétricas é o 2º maior gasto hídrico no país

Evaporação nos reservatórios das hidrelétricas é o 2º maior gasto hídrico no Brasil

Evaporação nos reservatórios das hidrelétricas é o 2º maior gasto hídrico no Brasil

A Folha de São Paulo apresentou no último domingo, dia 31/03, a matéria “Hidrelétricas gastam mais água que todo o consumo humano no país” com informações relevantes sobre o consumo de água em diferentes setores da economia e da população do país.

As informações foram obtidas através de dados da Agência Nacional de ÁguasANA, que após dois anos de estudos elaborou um manual com o levantamento do uso de água naqueles setores, considerando o quanto de água foi retirado de cada setor e o quanto foi devolvido.

O documento retrata que o gasto de água das usinas hidrelétricas do país é quase quatro vezes maior do que todo o abastecimento humano nacional. Isso porque os reservatórios das usinas hidrelétricas perdem muita água por evaporação.

Em 2017 a evaporação dos reservatórios das usinas hidrelétricas foi o segundo maior consumo de água no Brasil, ficando atrás apenas da atividade de irrigação na agricultura.

A perda de água por evaporação é um indicador relevante do setor elétrico, cujo coeficiente deve ser mapeado no planejamento de construção de uma usina.

A atividade de irrigação na agricultura, por sua vez, é o principal uso de água no Brasil e no mundo:

“Um retrato disso são oito municípios cuja principal atividade é a agricultura irrigada e que, em 2017, gastaram, juntos, 84% do total retirado por toda a indústria de transformação brasileira”.

O uso da técnica da irrigação é comum em diversas regiões do Brasil, sendo o Rio Grande do Sul o campeão no consumo hídrico.

O estudo realizado pela ANA nos traz informações relevantes para avaliarmos metas de eficiência do uso da água na irrigação.

Considerando a importância desta atividade no cenário brasileiro, um bom projeto de irrigação deve considerar a utilização de tecnologias que possibilitem o uso eficiente da água.

Entre as medidas associadas à otimização do uso da água, irrigação e desenvolvimento sustentável recomenda-se a utilização de um bom sistema de tratamento ou filtração, que garantirá melhor desempenho a todo processo de irrigação e evitará desperdício de água de forma geral.

Os sais presentes nas águas não tratadas podem acumular-se no solo, reduzindo a água disponível para a cultura e acelerando o início da falta de água.

Sensores e sistemas de computadores que fornecem informações sobre a umidade dos solos e do ar, temperatura etc. para calcular com precisão a quantidade de água a ser utilizada na irrigação também são opções que podem diminuir consideravelmente o desperdício.

A FUSATI é uma empresa que preza pela sustentabilidade de seus projetos! Conheça as nossas soluções para o uso eficiente da água.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Open chat
Olá, Podemos ajudar! Fale com um consultor!